‘É inviável fazer jornalismo impresso na Paraíba’, afirma João Manoel de Carvalho após anunciar fechamento do jornal Contraponto

‘É inviável fazer jornalismo impresso na Paraíba’, afirma João Manoel de Carvalho após anunciar fechamento do jornal Contraponto

12/07/2019 às 17:00 Vista: 79 Vez(es)

A Paraíba viu ser extinto, após 16 anos de existência, mais um dos seus jornais impressos. O jornal Contraponto que era de propriedade do jornalista João Manoel de Carvalho passará pelo segundo fechamento das suas atividades, mas ele afirma que desta vez o encerramento das atividades será definitivo. Nesta sexta-feira(12) circulou a última edição publicada do jornal.

João Manoel de Carvalho também afirmou que atualmente seria impraticável custear a manutenção de um jornal na Paraíba sem apoios privados ou governamentais, como ele vinha fazendo com o Contraponto. “Na Paraíba, pra mim tornou-se inviável. A não ser que se tenha muito apoio da indústria, do comércio e do Estado e o nosso não tinha o apoio de ninguém”.

Segundo ele há um projeto em curso buscando fazer com que o Contraponto retorne, mas dessa vez como um veículo online. João Manoel não confirmou nenhuma data para o lançamento desta possível nova empreitada.

O post ‘É inviável fazer jornalismo impresso na Paraíba’, afirma João Manoel de Carvalho após anunciar fechamento do jornal Contraponto apareceu primeiro em Polêmica Paraíba.

VIA: Polêmica Paraíba

Deixe seu comentário