Gerente da Cagepa explica sistema de divisão de Zonas de racionamento em Campina

Gerente da Cagepa explica sistema de divisão de Zonas de racionamento em Campina

30/07/2016 às 11:00 Vista: 171 Vez(es)

foto: Paraíbaonline

Ronaldo Menezes, gerente regional da Cagepa,  falou sobre os testes que foram feitos para analisar o tipo de água que está chegando às casas. Ele citou as análises das toxinas que são liberadas na água e afirmou que os valores estão dentro dos padrões.

 Acrescentou ainda que todos os dados de pesquisas e análises estão sendo atualizados no site da Cagepa para quem tiver interesse de ver.

“Estamos agora pela captação flutuante, que se trata do volume intangível/morto. A capacidade de retirada da água nos flutuantes não consegue atender a cidade inteira ao mesmo tempo.”, disse Ronaldo ao ser questionado do motivo pelo qual a cidade foi dividida em zonas para o novo modelo de racionamento, explicando que as bombas do açude de Boqueirão não aguentam retirar tanta água para distribuição de uma vez só, e que no final de semana o abastecimento por causa do tempo necessário para compensar a retirada de água durante a semana.
O gerente falou também que o manancial não chegará a 0 (zero) em Janeiro e disse que o uso da água de Boqueirão é só para o Sistema de Campina e para a dessedentação de animais, sendo todas as outras formas de retirada da água, ilegais. Ronaldo finaliza afirmando que a Aesa em parceria com a ANA mantém a fiscalização, porém o que ele escuta de alguns moradores é que carros-pipa tem retirado água do açude de maneira ilegal.
Informações veiculadas na Campina FM.
VIA: Paraiba Online

Deixe seu comentário