No primeiro dia do setembro amarelo jovem de 19 anos comete suicídio em Campina Grande: SAIBA MAIS

No primeiro dia do setembro amarelo jovem de 19 anos comete suicídio em Campina Grande: SAIBA MAIS

01/09/2018 às 16:00 Vista: 1657 Vez(es)

No primeiro dia do mês em que se inicia a campanha Setembro amarelo que estimula a prevenção ao suicídio, um jovem de 19 anos infelizmente tira a própria vida em Campina Grande.

Confira outros casos que chocaram a sociedade

Por volta do meio dia a nossa reportagem apurou que um jovem que seria filho de um dos donos do grupo de farmácias Redepharma em Campina se matou. Até o momento as informações ainda estão confusas e a nossa equipe conseguiu averiguar que o suicídio teria ocorrido no seu apartamento no bairro Mirante. Anderson estaria sofrendo de depressão e teria chegado da Espanha com a família ha poucos dias onde estaria férias junto com seu pai e irmão.

 

Bruno (irmão de Anderson) e o pai Evaldo

A depressão é uma doença fatal e deve ser tratada com o máximo de importância e respeito.

Se o problema fosse só o preconceito, já seria ruim suficiente – se não é fácil arranjar emprego, manter relacionamentos e tocar a vida sem depressão, imagine tentar superar ao mesmo tempo os sintomas da doença e as barreiras erguidas pela discriminação. Mas é pior: quanto maior a ignorância, maior o estigma e menor a chance de os pacientes procurarem ajuda.

Por isso é tão importante explicar – sempre, incansavelmente – que depressão não é fraqueza moral, não é falta de caráter, não é falta de ter o que fazer. É uma doença. Pode acontecer com qualquer um. Comigo. Com você. Escuto muito no consultórios pessoas dizendo: “Eu não acreditava em depressão, achava que era frescura, até acontecer comigo”. Uma pesquisa europeia publicada esse ano comprovou o poder da informação. Num esforço para reduzir o número de suicídios, uma campanha de conscientização sobre a depressão foi lançada em quatro países: Alemanha, Portugal, Irlanda e Hungria. Avaliando o grau de estigma e abertura para tratamento, os cientistas notaram claramente que ter contato com as informações fizerem diferença tanto reduzindo o estigma como aumentando a abertura das pessoas para buscar tratamento.

Ajude, portanto, a passar adiante informações sérias – e não mitos – sobre a depressão. E evite julgar os pacientes ou buscar em suas atitudes a causa do sofrimento. Porque o setembro amarelo – mês de conscientização e prevenção do suicídio – acabou. Mas a batalha contra o preconceito, essa ainda dura muito tempo.

Procure ajuda

O suicídio é considerado um problema de saúde pública e mata 1 brasileiro a cada 45 minutos e 1 pessoa a cada 45 segundos em todo o mundo. Pelos números oficiais, são 32 brasileiros mortos por dia, taxa superior às vítimas da AIDS e da maioria dos tipos de câncer. Pelo menos o triplo de pessoas tentaram tirar a própria vida e outras chegaram a pensar em suicídio. Apesar de números tão alarmantes, o assunto ainda é tratado como tabu. Evita-se o assunto, o que só colabora para seu aumento dos casos, pois as pessoas muitas vezes não sabem que podem procurar ajuda.

Ligue 180 e fale com o CVV eles estão preparados para ajudar

O post No primeiro dia do setembro amarelo jovem de 19 anos comete suicídio em Campina Grande: SAIBA MAIS apareceu primeiro em Polêmica Paraíba.

VIA: Polêmica Paraíba

Deixe seu comentário