Oscar Pistorius é levado a hospital com ferimentos nos pulsos

Oscar Pistorius é levado a hospital com ferimentos nos pulsos

07/08/2016 às 10:30 Vista: 70 Vez(es)

pistorius-sem-protesesO atleta paraolímpico sul-africano Oscar Pistorius, que cumpre pena de 6 anos de prisão pelo assassinato de sua namorada, foi levado ao hospital com ferimentos nos pulsos no sábado (6) e já retornou à prisão, segundo a agência de notícias Reuters.

“Oscar Pistorius negou especulações de que tenha tentado suicídio. Como política de princípios não podemos discutir mais uma condição pessoal de um determinado infrator em domínio público”, disse à Reuters Manelisi Wolela, porta-voz do Departamento de Serviços Correcionais. Ele disse que os ferimentos são leves.

Em tuíte confirmado pela porta-voz da família, o irmão de Pistorius, Carl, disse que era “completamente falso” o rumor de que o atleta tentou se matar. Ele teria escorregado em sua cela e está em bom estado de espírito.

De acordo com a agência Efe, funcionários da prisão encontraram facas em sua cela durante uma revista após sua transferência para o hospital, segundo guardas da prisão de Pretória Kgosi Mampuru II, em cuja seção hospitalar está preso o atleta.

“Tinha graves cortes nos pulsos e os médicos enfaixavam os ferimentos”, contou ao jornal City Press um dos dois guardas de segurança do hospital de Pretória.

Durante a audiência em que se decidiu sua sentença, o advogado de Pistorius alegou que seu cliente sofre de uma severa depressão, para pedir à juíza Thokozile Masipa que não enviasse seu cliente para a prisão e lhe permitisse cumprir sua pena sob prisão domiciliar.

Segundo o porta-voz das autoridades penitenciárias, Singabakho Nxumalo, Pistorius, de 29 anos, teria dito aos carcereiros que se machucou ao cair da cama.

O ex-corredor paralímpico ganhador de medalha de ouro foi escoltado para a prisão após ser atendido, fato confirmado por seu pai, Henke.

Condenação
O campeão paralímpico sul-africano Oscar Pistorius foi condenado a 6 anos de prisão pelo assassinato de sua namorada, a modelo Reeva Steenkamp. O crime ocorreu em fevereiro de 2013.

A pena que foi anunciada no dia 6 de julho pela juíza Thokozile Masipa, no tribunal de Pretória, naÁfrica do Sul, é inferior aos 15 anos pedidos pela promotoria.

Oscar Pistorius, de 29 anos, matou a namorada com quatro tiros de pistola 9 mm em sua casa em Pretória. Ele afirma que atirou por acreditar que do outro lado da porta do banheiro, onde estava Reeva Steenkamp quando foi atingida, escondia-se um ladrão.

Pistorius já tinha sido considerado culpado pelo crime. No direito sul-africano, a justiça anuncia o veredicto e depois se pronuncia sobre a pena do condenado.  Na primeira instância, ele tinha sido condenado a cinco anos de prisão por “homicídio doloso”.

O ex-atleta, que passou um ano na prisão, vivia na casa de seu tio, Arnold Pistorius, em Pretória. Está vinha sendo submetido a um controle eletrônico.

Pistorius nasceu com um problema genético que levou à amputação das pernas, abaixo dos joelhos, aos 11 meses de idade, e apesar disso alcançou o topo do atletismo nos Jogos Olímpicos de Londres-2012, onde se tornou o primeiro atleta com as duas pernas amputadas a competir nos Jogos Olímpicos com outros atletas não deficientes, tendo chegado à semifinal dos 400 m rasos em Londres 2012, depois de dois ouros nas Paralimpíadas.

Pistorius ficou conhecido como “Blade Runner” por suas próteses de fibra de carbono.

O post Oscar Pistorius é levado a hospital com ferimentos nos pulsos apareceu primeiro em Polêmica Paraíba.

VIA: Polêmica Paraíba

Deixe seu comentário