Reunião entre clubes deve selar saída de Nosman Barreiro da presidência da FPF

Reunião entre clubes deve selar saída de Nosman Barreiro da presidência da FPF

12/07/2018 às 20:00 Vista: 59 Vez(es)

O afastamento de Amadeu Rodrigues da presidência da Federação Paraibana de Futebol por determinação da Justiça está longe de acabar o período sombrio vivido pelo futebol do estado depois do escândalo das denúncias da Operação Cartola, que investiga a manipulação de resultados por dirigentes, clubes e árbitros.

Nos bastidores, há um movimento para que o atual mandatário, Nosman Barreiro, que era vice de Amadeu, mas havia rompido com o dirigente há alguns anos, também seja destituído do seu cargo.

Tudo começaria com a renúncia em definitivo de Amadeu Rodrigues, que também já adiantou que não será candidato nas eleições do fim do ano para manter o foco na defesa das denúncias que ele recebeu.

Os clubes profissionais e amadores não têm confiança em Nosman, que já tentou tomar o poder da Federação à força em 2017, quando contratou um chaveiro para abrir a entidade em um momento que Amadeu Rodrigues, então presidente, representava a CBF em um torneio da Seleção Sub-20 na França. Além disso, há a percepção de que está acontecendo um aparelhamento na FPF, com vários funcionários saindo e outros, indicados pelo atual mandatário, sendo contratados.

Sendo assim, na próxima segunda-feira (16), haverá uma reunião em João Pessoa que pode selar o futuro de Nosman. Dirigentes de todo estado vão discutir sua destituição. O evento, apesar de não ser previsto no estatuto da FPF, que diz que só pode ser convocado pelo presidente, também pode acontecer caso 1/5 dos filiados assim deseje, como prevê o Código Civil. A quantidade já não é problema.

Outro fator que pode pesar para que Nosman seja destituído do cargo é que a Confederação Brasileira de Futebol, apesar de não estar envolvida diretamente, vê com bons olhos a mudança no comando, já que pelo episódio ocorrido no ano passado, além de uma ação na Justiça que foi impetrada por ele com a alegação de falta de transparência na Federação, também não tem muito apreço pelo dirigente.

Na última segunda-feira (09), enquanto Nosman tirava fotos no gramado do Amigão durante partida que poderia levar o Campinense à Série C – o que acabou não acontecendo -, nas tribunas, vários diretores de clubes de toda Paraíba se articulavam para a votação da semana que vem.

Com tantos fatos na balança, a reunião da próxima semana parece ser apenas protocolar, já que o destino de Nosman Barreiro está muito próximo de ser definido. E é longe da FPF.

 

Equipe @Vozdatorcida


VIA: Patos Online

Deixe seu comentário