Sedec e Samu-JP preparam curso de primeiros socorros para servidores dos Creis

Ação preventiva

Sedec e Samu-JP preparam curso de primeiros socorros para servidores dos Creis

21/07/2022 | 16:00 | 25

Representantes da Secretaria de Educação e Cultura de João Pessoa (Sedec) e do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu-JP) se reuniram, na manhã desta quinta-feira (21), para definir ações preventivas contra acidentes de engasgo em crianças dos Centros de Referência de Educação Infantil (Creis). Esta é a segunda reunião preparatória para implantação do curso de primeiros socorros para os profissionais das unidades de ensino.

A diretora do Departamento de Educação Infantil da Sedec, Sonaly Lima, disse que a ideia desta ação nas creches começou a ser articulada este ano, com a primeira etapa colocada em prática em maio, quando se comemora a Semana do Bebê. “A Sedec confeccionou um folheto sobre os primeiros socorros para casos de engasgos por ingestão alimentar ou por algum objeto não comestível e agora estamos dando início as discussões sobre a realização de cursos práticos junto aos servidores”, informou.

Conforme explicou Sonaly Lima, os cursos serão ministrados por uma unidade de Educação Infantil, individualmente. “A formação será para auxiliar de sala, berçaristas, professoras, cuidadores e gestores, que são os servidores que cuidam das crianças de imediato. Eles serão preparados para prestar assistência nos primeiros sinais de engasgo e evitar que cheguem a óbito. Também vamos marcar uma reunião com o Corpo de Bombeiros para que participe deste processo”, destacou.

Ela ressalta que, apesar de ser comum acidentes de engasgo em crianças, a rede municipal de Creis de João Pessoa, composta por 92 unidades, não tem registro de casos. “Para continuarmos sem ocorrências é que estamos preparando essa ação preventiva dentro do programa Saúde na Escola, desenvolvido pela Sedec”, acrescentou.

Dados nacionais – Estatísticas recentes da Sociedade Brasileira de Pediatria (SBP) estimam que 15 bebês morrem engasgados por dia, durante o ano de 2022. Um estudo do Sistema Único de Saúde (SUS) mostrou que esse tipo de acidente é comum em crianças e que, entre 2009 e 2019, o número de mortes por engasgo notificados na faixa de 0-9 anos de idade, no Brasil, foi de 2.148 óbitos.

O levantamento mostra ainda que a faixa etária que tem maior risco de engasgos é a das crianças abaixo de 4 anos, isso porque elas têm o maior hábito de levar objetos na boca.

Onde pedir socorro: Samu 192 e Corpo de Bombeiros 193

  • Texto: Djane Barros Edição: Felipe Silveira Fotografia: Assessoria

  • Secretarias

    sedec sms

  • Tags

    creches creis curso educação engasgo primeiros socorros Saude sedec

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.