ZERO83

Notícias da Paraíba e Nordeste, futebol ao vivo, jogos, Copa do Nordeste

Noticias

João Pessoa tem maior chuva do ano, mas Defesa Civil não registra ocorrências graves e segue em alerta

Média 117,3 mm

João Pessoa tem maior chuva do ano, mas Defesa Civil não registra ocorrências graves e segue em alerta

09/06/2023 | 18:00 | 60

João Pessoa registrou as chuvas mais fortes do ano nesta sexta-feira (9). Segundo dados do Centro Nacional de Monitoramento e Alerta de Desastres Naturais (Cemaden), nas últimas 24 horas – até as 17h – choveu em média 117,3 mm na Capital, bem acima do previsto pelo Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet), que emitiu alerta com a possibilidade de chuvas entre 30 mm a 60 mm/h (milímetros/hora) ou 50 mm a 100 mm/dia, com risco de alagamentos, deslizamento de encostas e transbordamento de rios.

De acordo com o coordenador da Defesa Civil, Kelson Chaves, apesar das fortes chuvas, a Coordenadoria Municipal de Proteção e Defesa Civil (Compdec-JP) não registrou ocorrências graves. O monitoramento nas áreas de risco foi intensificado, com atenção especial às comunidades ribeirinhas e barreiras. “A resposta da Prefeitura de João Pessoa e de todo o Sistema Municipal de Proteção e Defesa Civil tem sido efetiva e célere, disponibilizando toda sua estrutura no sentido de preservar a integridade das pessoas”, afirmou.

Kelson Chaves ressaltou ainda que a Prefeitura disponibilizou o ginásio da Escola Municipal Leonel Brizola, em Tambauzinho, para abrigar, caso seja necessário, as famílias que ficarem impossibilitadas de permanecer em suas residências devido imundações.

Ele lembrou que algumas medidas de segurança devem ser adotadas em caso de chuvas fortes, como evitar o uso de eletroeletrônicos ao relento, evitar o abrigo sob árvores e abandonar imediatamente locais de risco a qualquer de sinal de anormalidade e informar a Defesa Civil pelo WhatsApp 9 8831-6885, que funciona 24 horas.

Infraestrutura – A Secretaria de Infraestrutura (Seinfra) está com duas equipes de manutenção percorrendo a cidade e realizando serviços de desobstrução de galerias e limpeza onde são encontrados materiais como lixo e outros resíduos.

Dois pontos mais críticos, no início da Avenida Hilton Souto Maior e no Varadouro, próximo a CBTU, foram registrados acúmulos de água nos momentos de chuva mais intensa, mas a drenagem conseguiu dar vazão ao volume. Da mesma forma, na avenida principal dos Bancários, a Sérgio Guerra, que registrou acúmulo de água, mas logo em seguida a rede de drenagem conseguiu escoar todo volume. Isso ocorre devido à intensidade das precipitações, que provoca aumento da vazão que normalmente é comportada nas galerias pluviais.

Em outros locais com histórico de alagamento em dias de chuva, como na Avenida Nilton Júnior, no Conjunto Novo Milênio, e no final da Avenida Hilton Souto Maior, em frente ao shopping, onde a Seinfra executou obra de melhoramento da rede de drenagem, não foram registrados qualquer acúmulo de água.

Poda de árvores – Buscando garantir mais segurança e minimizar os transtornos em algumas áreas após a queda de árvores por conta das fortes chuvas registradas, a Secretaria de Desenvolvimento Urbano (Sedurb) intensificou as ações de poda em um trabalho conjunto com outras secretarias, além do Corpo de Bombeiros e a Energisa, quando se trata de locais com rede elétrica.

De acordo com o secretário de Desenvolvimento Urbano, Fábio Carneiro, o trabalho preventivo é feito de forma rotineira pelas equipes da Diretoria de Paisagismo. “Nossas equipes estão sempre atentas à situação das árvores, executando as podas necessárias para o bem-estar das espécies arbóreas e, principalmente, a segurança e comodidade das pessoas. Mesmo com a diminuição das precipitações, as equipes permanecerão de prontidão para qualquer eventualidade”, frisou.

O serviço de podas de árvores pode ser solicitado à Secretaria de Meio Ambiente (Semam) através do telefone 98645-8430, de segunda a quinta-feira, das 8h às 14h. A partir da solicitação da população, será direciona equipes especializadas para vistoriar a área, que vão emitir um laudo técnico para a Sedurb, com a especificação adequada de como o serviço deve ser executado de maneira segura para a população e a espécie. Já o serviço de recolhimento dos galhos é feito pelas equipes da Emlur.

Operação Inverno – Desde de fevereiro, a Prefeitura de João Pessoa vem realizando a ‘Operação Inverno’, que consiste em uma série de ações preventivas para reduzir os danos causados pelas chuvas. Entre as atividades realizadas continuamente estão: limpeza de galerias pluviais, limpeza e desassoreamento de rios, além da ação de desobstrução de todos os pontos de alagamento da cidade.

O Plano de Emergência da Prefeitura de João Pessoa conta com oito equipes da Secretaria de Infraestrutura (Seinfra), quatro equipes da Defesa Civil e três equipes da Secretaria de Meio Ambiente (Semam), além de todo efetivo da Superintendência Executiva de Mobilidade Urbana (Semob-JP) e até 1.000 agentes de limpeza da Autarquia Especial Municipal de Limpeza Urbana (Emlur).

Precipitação nas últimas 24h (até as 16h)

Tambauzinho: 132,2 mm

Manaíra: 127,4 mm

Centro: 121,2 mm

Cuiá: 114,4 mm

Cristo: 107,2 mm

Grotão: 99,8 mm

Fonte: Cemaden

  • Texto: Juneldo Moraes, Max Oliveira e Alexandre Freire Edição: Cristina Cavalcante Fotografia: assessoria

  • Secretarias

    defesacivil sedurb seinfra

  • Tags

    Cemaden chuva defesa civil inmet limpeza de galerias maior chuva do ano ocorrências graves poda de árvores sedurb seinfra