ZERO83

Notícias da Paraíba e Nordeste, futebol ao vivo, jogos, Copa do Nordeste

Bonito recebe talonários eletrônicos para otimizar trabalho de agentes e autoridades de trânsito – Prefeitura Municipal de Bonito

Os equipamentos foram entregues pelo prefeito Josmail Rodrigues aos comandantes da 1º companhia de Polícia Militar de Bonito, Major Ferraz e ao da Guarda Municipal, Eleonardo Canepa.

O Departamento Estadual de Trânsito de Mato Grosso do Sul (Detran-MS) encaminhou para Bonito dez equipamentos para implantação do sistema eletrônico de lavratura de infrações de trânsito. Conhecido como talonário eletrônico, a tecnologia otimiza a prestação de serviços, aumenta a praticidade e a segurança no processo de autuação no trânsito, e reduz o uso de papel no departamento. 

A ferramenta substituiu os antigos talões de papel, que dão lugar a conjuntos de equipamentos móveis, composto por smartphone e  impressora, que são utilizados pelos agentes da autoridade de trânsito. Com o talonário, os agentes preenchem e consultam em tempo real os dados de veículos, condutores e infrações diretamente no sistema.

“Nós recebemos dez equipamentos, destinamos cinco para a Policia Militar, três para a Guarda Municipal e dois ficarão para os agentes do Demtrat”, destaca o diretor do Departamento Municipal de Trânsito de Bonito, Cristalvo Freitas.

O Chefe de Fiscalização do Detran-MS, Ruben Ajala, destaca que o equipamento facilita o trabalho em campo, além de diminuir erros. “Dessa forma a inserção e as consultas são feitas em tempo real, sem contar que com a implantação do sistema no Estado, tivemos uma redução de mais de 70% de erros de preenchimento em relação ao preenchimento manual, tendo em vista também a questão da grafia, e a digitação, pois era necessário um segundo agente para fazer esse serviço, e com o talonário isso não é mais necessário”.

Nos padrões antigos, o trâmite que envolve um Auto de Infração de Trânsito (AIT), da lavratura da autuação até a notificação do infrator, levava em média 15 dias. Com o talonário eletrônico, a infração entra na base de dados nacional no mesmo dia e o proprietário do veículo é autuado em aproximadamente três dias. 

O dispositivo promove celeridade, segurança e rapidez, além da economia com a confecção de talonários impressos, com o deslocamento de profissionais e no tempo do agente que atua no trabalho de fiscalização de trânsito.

Com informações de Detram

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *