ZERO83

Notícias da Paraíba e Nordeste, futebol ao vivo, jogos, Copa do Nordeste

Circuito de Vôlei evidencia evolução do esporte de MS e é palco para atletas locais se destacarem

Levantando a bola de manchete, o sul-mato-grossense Arthur, bolsista do Bolsa-Atleta de MS

Acabou. E foi com chave de ouro. Cinco dias de intensas disputas entre os principais atletas do vôlei de praia nacional em Campo Grande marcaram o início do Circuito Brasileiro de Vôlei de Praia. Os jogos do Aberto e do Top 16 aconteceram em cinco quadras – quatro externas e uma arena principal – montadas no Parque das Nações Indígenas, onde neste domingo (25) aconteceu as decisões de terceiro lugar e as finais das categorias masculina e feminina.

Fora o espetáculo em quadra, público foi um show a parte, lotando a arena e participando de cada lance, mostrando para todo o Brasil toda sua animação e paixão dos sul-mato-grossenses pelo vôlei de praia. As partidas foram transmitidas pelos canais de TV por assinatura SporTV. E é justamente por mostrar o Mato Grosso do Sul para todo o país que o torneio tem mais relevância.

“Mato Grosso do Sul se inserir nos circuitos nacionais é muito importante em qualquer modalidade. Temos atletas nossos, sul-mato-grossenses participando, como por exemplo a Victoria e o Arthur. Eles são bolsistas do Bolsa-Atleta e mostram que essa política pública está funcionando naquilo que a gente preconiza”, destaca o governador Eduardo Riedel.

O governador ainda ressaltou presenciar a “evolução do esporte em nosso Estado” e que a realização de eventos de tal porte são “um show que é para a população, que se diverte e passa uma manhã inteira acompanhando esse momento importante”, finaliza o chefe do Executivo.

Com entrada gratuita, nem mesmo o forte sol espantou o público, que contou até com gente vindo de outro estado. É o caso de Vanessa Lopes, que veio de Cuiabá para acompanhar dois amigos. E ela foi pé quente, pois eles venceram a competição. “Vim de longe para ver esses dois queridos, Moisés e Matheuszinho, e dei sorte. A estrutura aqui ficou muito boa. Parabéns”.

Esporte para todos

Fãs do vôlei de todas as idades estiveram presentes. Famílias inteiras aproveitaram para acompanhar o evento, com crianças, adultos e idosos juntos, não deixando faltar nem o bom e velho tereré para não deixarem a hidratação ficar aquém nesse domingo de muito calor.

“Desde 2017 sediamos etapas do Circuito Brasileiro de Vôlei de Praia, com apoio do Governo do Estado, e agora concluímos mais uma etapa com excelência e casa cheia. Isso só evidencia que Mato Grosso do Sul além de ser um celeiro de atletas renomados da modalidade também se tornou referência na realização de grandes eventos esportivos”, comenta o secretário de Estado de Turismo, Esporte e Cultura de Mato Grosso do Sul, Marcelo Ferreira Miranda.

O chefe da Setesc ainda completa que “foram cinco dias de disputas emocionantes que ofereceram uma experiência memorável tanto para os participantes, quanto para o público”. Ao todo, o Governo de Mato Grosso do Sul investiu R$ 498 mil na etapa, via convênio com a FVMS (Federação de Voleibol de Mato Grosso do Sul).

“Sempre venho dizendo e repito agora que esses eventos são uma grande oportunidade para Mato Grosso do Sul, afinal nossos atletas podem jogar em casa e em uma competição de ponta. Além disso, os grandes nomes que aqui pisam servem de espelho para os atletas emergentes que estão tendo a oportunidade de buscar espaço e ganhar experiência”, frisa o diretor-presidente da Fundesporte (Fundação de Desporto e Lazer de Mato Grosso do Sul), Herculano Borges.

Parceria frutífera

A primeira etapa do Circuito Brasileiro de Vôlei de Praia é um evento do calendário da CBV (Confederação Brasileira de Voleibol) e contou com 226 atletas de todo o Brasil, somando Aberto a Top 16. Os sul-mato-grossenses inscritos somaram 22 nomes, ou seja, 10% dos atletas.

“É uma satisfação muito grande para a CBV e para os atletas estrear a temporada em Mato Grosso do Sul. É ano de Jogos Olímpicos em Paris, e começar uma temporada tão especial aqui é gratificante para nós. Os atletas adoram, sabemos do envolvimento da torcida, sem falar da parceria que temos com o Governo do Estado, que sempre foi parceiro do vôlei, com o circuito vindo para cá há mais de 30 anos”, elogia o gerente de Vôlei de Praia da CBV, Guilherme Marques.

Campeão de 2023, a prata da casa Arthur Mariano dessa vez ficou com o terceiro lugar. Dupla com o paranaense Adrielson, Arthur bateu os cearenses Mateus e Adelmo na última partida. Já o ouro ficou com Moisés e Matheuszinho, que venceu a dupla formada pelo campeão olímpico Alison Mamute – na época parceiro de Bruno Schmidt – e por Igor Borges.

No feminino, o título ficou a dupla Duda e Ana Patrícia, que venceram Vitória e Hege na final. Carolina e Bárbara Seixas ficaram com o bronze ao baterem Thainara e Andressa. A melhor sul-mato-grossense da categoria foi Victoria, dupla de Tainá, que ficou em quinto. A aquidauanense Talita, que joga Taiana e representa Alagoas, também ficou no quinto lugar.

Já no Aberto, Pedro e Gabriel Santiago ficaram com o ouro, seguidos por Manaus e Vilsomar. O terceiro lugar no pódio foi de Bruno e Nícolas. Pelo Aberto feminino as campeãs foram Bárbara e Teresa, enquanto a prata ficou com Lucília Rosa e Mayara, seguidas por Ângela e Livia.

Nyelder Rodrigues, Comunicação Governo de MS
Fotos: Álvaro Rezende

ATENÇÃO: confira aqui o pack imprensa com imagens de apoio, falas do governador e atletas, além de fotos do evento. O uso é aberto para fins jornalísticos


Relacionada: 

Medalhistas olímpicos fazem palestras de formação para presidentes de clubes, federações e comunidade esportiva

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *