ZERO83

Notícias da Paraíba e Nordeste, futebol ao vivo, jogos, Copa do Nordeste

MS participa de mobilização nacional para o combate à dengue – Agência de Noticias do Governo de Mato Grosso do Sul

Por meio da SES (Secretaria de Estado de Saúde), o Governo do Estado realiza, neste sábado (2), o Dia D alusivo à Campanha do Ministério da Saúde – ‘Brasil unido contra a dengue’! Com o tema ‘10 minutos contra a dengue’, a mobilização nacional tem como foco a eliminação de criadouros como principal medida de prevenção. A ação acontece de forma simultânea nos 79 municípios do Estado.

Como ação estratégica, a SES, em parceria com o Corpo de Bombeiros Militar de Mato Grosso do Sul, Batalhão de Polícia Militar de Trânsito da Polícia Militar de Mato Grosso do Sul, Defesa Civil e Cosems/MS (Conselho de Secretários Municipais de Saúde de Mato Grosso Do Sul), realiza a Blitz Educativa a fim de reforçar as ações de prevenção e eliminação dos focos do mosquito transmissor, além de orientar a população sobre os cuidados para se evitar acúmulo de lixo e resíduos que possam contribuir para formação de criadouros do mosquito.

Para a secretária de Estado de Saúde em exercício, Dra. Crhistinne Maymone, a mobilização nacional contra a Dengue é um momento de união de forças e convida toda a população a comparecer. “Contamos com o seu apoio, para que você se motive, esteja conosco, mas que também tire 10 minutos do seu dia e verifique todos os locais em sua residência, se não está deixando recipientes e/ou reservatórios de água que possam impactar na propagação da doença. Contamos com você”.

A superintendente de Vigilância em Saúde da SES, Larissa Castilho, destaca que este movimento já vem ocorrendo em todos os municípios do Estado. “Nós estamos acompanhando esse cenário no país, e estamos nos preparando e criando ações que possam mitigar a ação dengue em nosso Estado. Por isso, ações como essa ação são de extrema importância e precisamos estar juntos nesta luta diária contra o mosquito”.

A presidente do Cosems/MS, Josiane Oliveira Corrêa, reforça a importância da população na ajuda ao combate ao mosquito. “Mais importante do que impedir a transmissão é não deixar realmente o mosquito nascer. Por isso é importante aproveitarmos esse período em que estamos nas nossas casas para limparmos o nosso quintal e, de certa forma, tentar mitigar a transmissão da dengue no Estado”.

“O Corpo de Bombeiros Militar de Mato Grosso do Sul vem somar forças na conscientização desta ação integrada para o combate à Dengue, Zika e Chikugunya na eliminação de recipientes que acumulem água, impedindo assim, a possibilidade de formação de criadouros do mosquito.  Todos estamos nessa guerra juntos”, enfatizou o comandante-geral do Corpo de Bombeiros Militar de MS, Coronel Frederico Reis Pouso Salas.

Para a Tenente Lechuga, do Batalhão de Polícia Militar de Trânsito, é uma grande honra poder participar desse evento de prevenção à Dengue. “Reconhecemos a importância da campanha e estaremos presentes com o intuito de agregar porque entendemos a necessidade da conscientização da população”.

Ações simultâneas

Simultaneamente, o Hemosul Coordenador e o HRMS (Hospital Regional de Mato Grosso do Sul) realizam ações para o combate ao mosquito.  Conforme a coordenadora-geral da Rede Hemosul MS, Marina Sawada Torres, o Hemosul Coordenador realizará a distribuição dos folders e uma palestra para os funcionários e doadores que estarão aguardando atendimento. “Vamos abordar a prevenção, sobre não deixar água parada e manter a limpeza dos quintais. Eliminar os focos do mosquito para que não tenha o aumento do número de casos da Dengue”.

Já o HRMS, por meio da coordenadoria de Apoio Operacional, reforçou as ações para a eliminação de possíveis focos do mosquito da dengue em sua área externa com inspeções diárias. Neste Dia D, a unidade hospitalar promove uma ação de conscientização e orientação aos visitantes do PAM (Pronto Atendimento Médico).

“Durante o horário de visitas do PAM, teremos a oportunidade de alcançar os familiares e amigos de pacientes. Através de conversa, panfletos informativos e orientações diretas, vamos destacar a importância da eliminação de criadouros do mosquito, do uso de repelentes e de buscar assistência médica ao primeiro sinal de sintomas suspeitos”, destacou a diretora-presidente do HRMS, Dra. Marielle Alves Corrêa Esgalha.

A ação estratégica acontece neste sábado (2), das 9 horas às 11 horas, no cruzamento da avenida Afonso Pena com a rua 14 de Julho, em Campo Grande. Governo Federal, Estados, Municípios e sociedade civil unidos pelo Dia D contra a Dengue.

Ações em MS

 O Estado tem desenvolvido ações de vigilância, prevenção e atenção à saúde, para o enfrentamento às Arboviroses – Dengue, Chikungunya e Zika –  nos 79 municípios de Mato Grosso do Sul. E desde o início do ano conta com a parceria de outras secretarias de forma transversal no combate ao Aedes aegypti.

A Secom (Secretaria Executiva de Comunicação) auxiliou a SES na produção de 500 mil folhetos com os sinais sintomas da Dengue, contendo informações essenciais para quem for acometido pela doença. Parte deste material foi enviado para a Defesa Civil que desenvolveu ações pontuais nos municípios de Mato Grosso do Sul que fazem fronteira com os estados que estão em situação de epidemia.

E para reforçar a disseminação do material informativo, a SES também contou com a colaboração da AMAS (Associação Sul-Mato-Grossense de Supermercados) e do TRT/MS (Tribunal Regional do Trabalho de Mato Grosso do Sul).

A juíza do Trabalho e gestora do Programa Trabalho Seguro, Hella de Fatima Maeda, destacou que ações conjuntas são válidas e eficazes como meio de prevenção e conscientização da população. “Com o material cedido pela SES conseguimos ampliar a campanha e atingir todos aqueles que passam pelo Fórum Trabalhista e pelo Tribunal Regional do Trabalho, tanto trabalhadores como empregadores. É importante que todos se envolvam no combate à dengue. Se todos fizerem a sua parte, conseguiremos reduzir o número de focos do mosquito e, por consequência, o número de contaminação”.

Para o presidente da AMAS, Denyson Prado, a associação entende que toda a sociedade deve estar envolvida na luta contra o mosquito que transmite tantas doenças e que tem feito tantas vítimas por Dengue no país.

“A participação dos supermercados nesta campanha de conscientização é uma forma de contribuirmos e cumprirmos com o nosso papel social, auxiliando para que toda a população esteja engajada, limpando seus quintais, seja em casa ou nos estabelecimentos, excluindo os locais que possam ter focos do mosquito”, afirma Prado.

Segundo o assessor técnico do CRF/MS (Conselho Regional de Farmácia de Mato Grosso do Sul), Adam Macedo Adami, as farmácias também atuam no combate à Dengue. “Temos um projeto que treina e capacita farmacêuticos que atuam na rede privada, em farmácias e drogarias comunitárias, para reconhecer sinais de Dengue, sinais de casos suspeitos de Dengue, prestar alguns cuidados e serviços como aferição de pressão arterial, aferição de temperatura corporal. O projeto também contempla ações educativas, entrega e disponibilização de material educativo – folders, panfletos – para que fiquem disponíveis no balcão da farmácia ou um cartaz fixado no interior da farmácia para orientação, cuidados de prevenção e também cuidados em relação a automedicação”.

Além disso, a SES distribuiu para a APS (Atenção Primária à Saúde) dos 79 municípios 1.000 impressões com os fluxos de atendimento para as unidades de saúde, visando auxiliar os profissionais de saúde no atendimento ao cidadão para casos confirmados de Dengue e Chikungunya (adulto e criança) e a distribuição de 5.560 cartões de acompanhamento médico da doença.

Kamilla Ratier, Comunicação SES

Fotos: Saul Schramm (capa) / Divulgação

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *