ZERO83

Notícias da Paraíba e Nordeste, futebol ao vivo, jogos, Copa do Nordeste

Agência Minas Gerais | Governo compartilha sistema para processamento de diárias e passagens com TJMG

O Governo de Minas, por meio da Secretaria de Estado de Planejamento e Gestão (Seplag-MG), compartilhou o Sistema de Concessões de Diárias e Passagens (SCDP) utilizado no Estado com o Tribunal de Justiça de Minas Gerais (TJMG).

A ferramenta, desenvolvida pelo Governo Federal e adaptada pela Seplag-MG e pela Companhia de Tecnologia da Informação do Estado de Minas Gerais (Prodemge), permite o processamento de despesas com deslocamentos institucionais de forma transparente nos processos de prestação de contas, conferência e aprovação de gastos.

O TJMG lançou a ferramenta em evento realizado nessa terça-feira (12/3), com participação do subsecretário de Transformação Digital e Atendimento ao Cidadão da Seplag-MG, Rodrigo Diniz. Atualmente, a ferramenta é usada por cerca de 50 órgãos do Governo de Minas. Apenas em 2023, cerca de 145 mil solicitações foram processadas no sistema.

A parceria entre a Seplag-MG e o TJMG para uso do SCDP teve início em 2022, para a pasta apoiar o Tribunal nas ações de adequação, integração com outros sistemas, treinamentos e apresentações. O sistema será disponibilizado a partir do dia 1/4.  Antes, as solicitações de diárias no âmbito do Tribunal eram efetuadas por meio do Sistema Eletrônico de Informação (Sei!MG).

“A iniciativa vai garantir mais controle, automação e segurança na gestão e no processamento das diárias no órgão, facilitando também o trabalho das equipes envolvidas, eliminando o lançamento de dados manuais, inclusive no sistema financeiro”, explicou o subsecretário Rodrigo Diniz.

O Sistema de Concessões de Diárias e Passagens foi desenvolvido pelo Serviço Federal de Processamento de Dados (Serpro) e é usado pelo Governo Federal desde 2004. Ele foi cedido ao Estado de Minas Gerais, sendo a Seplag-MG responsável pela coordenação dos esforços para sua implantação, e a Prodemge pela realização das adaptações necessárias para disponibilização para uso dos órgãos e entidades estaduais, e pela manutenção.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *