ZERO83

Notícias da Paraíba e Nordeste, futebol ao vivo, jogos, Copa do Nordeste

Começa vacinação contra gripe: crianças, idosos e gestantes já podem se proteger





A vacina trivalente contra influenza, produzida pelo Instituto Butantan, é segura e evita doença grave e morte dos públicos de risco



Devem se vacinar nesta fase: crianças de 6 meses a menores de 6 anos, gestantes, puérperas, idosos, povos indígenas, professores, profissionais da saúde, pessoas com deficiência, pacientes com doenças crônicas, trabalhadores de transporte coletivo, entre outros grupos prioritários

Nesta segunda (25), o Ministério da Saúde deu início à Campanha Nacional de Vacinação contra a influenza com o objetivo de imunizar pelo menos 90% do público-alvo, que inclui crianças, idosos, gestantes e trabalhadores de diversos setores. Para viabilizar a campanha, o Butantan está fornecendo um total de 81,8 milhões de doses de vacina contra a gripe ao Programa Nacional de Imunizações (PNI) – o instituto é responsável por produzir 100% dos imunizantes contra a doença oferecidos à população brasileira por meio do Sistema Único de Saúde (SUS).

A campanha, que acontece todos os anos entre os meses de abril e maio, foi antecipada para assegurar a proteção da população antes do inverno, período de maior circulação do vírus da gripe. Em 2023, a doença causou 12 mil hospitalizações, sendo 4 mil de crianças de até 6 anos, segundo Boletim Epidemiológico da Secretaria de Vigilância em Saúde e Ambiente. Ao todo, foram 1.139 óbitos.

Na região Norte, a vacinação já aconteceu entre novembro e dezembro, devido às particularidades climáticas da região. A campanha fez parte de uma nova estratégia para prevenir a alta de casos de influenza durante o chamado “inverno amazônico”, período de chuvas intensas que acontece entre novembro e maio.

Na campanha que começa agora nas demais regiões, devem se vacinar crianças de 6 meses a menores de 6 anos, gestantes, puérperas, idosos, povos indígenas, professores, profissionais da saúde, pessoas com deficiência, pacientes com doenças crônicas, trabalhadores de transporte coletivo, entre outros grupos prioritários. As crianças que serão imunizadas contra a gripe pela primeira vez deverão receber duas doses, com intervalo de 30 dias entre as aplicações.

Para a efetividade da campanha, é imprescindível que a população compareça a um posto de vacinação dentro do prazo estipulado. A ação é pensada para garantir que as pessoas mais vulneráveis à gripe estejam com o mais alto nível de anticorpos protetores já ativos no organismo entre junho e julho. Assim, o pico da imunidade da população coincide com o momento de maior circulação do vírus.

Vacina trivalente, produzida no Instituto Butantan, integra o Programa Nacional de Imunizações desde 1999

Importante: quem tomou o imunizante em 2023 ou nos anos anteriores também deve receber a vacina atualizada. O imunizante deste ano é composto pelas cepas A/Victoria/4897/2022 (H1N1); A/Thailand/8/2022 (H3N2); e B/Austria/1359417/2021 (B/linhagem Victoria), de acordo com determinação da Organização Mundial da Saúde (OMS) divulgada em setembro do ano passado.

A vacina contra influenza do Butantan é comprovadamente segura e eficaz e integra o Programa Nacional de Imunizações (PNI) desde 1999, ajudando a reduzir a transmissão do vírus e o número de casos graves e mortes. Em 2021, o imunizante entrou para a lista de vacinas pré-qualificadas da OMS, o que significa uma validação internacional às Boas Práticas da Fabricação do Butantan.

Siga o canal “Governo de São Paulo” no WhatsApp:
https://bit.ly/govspnozap

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *