ZERO83

Notícias da Paraíba e Nordeste, futebol ao vivo, jogos, Copa do Nordeste

Idosos se mobilizam no combate às arboviroses em São José

Ariane Caldas


Secretaria de Saúde

Um mosquitinho que tem trazido muita preocupação: o Aedes Aegypti. Transmissor da dengue, zika e chikungunya, o mosquito se desenvolve em lugares quentes e úmidos. Por isso, a melhor forma de prevenir o surgimento dessas doenças é combatendo os criadouros.

Dona Lúcia Helena Lima sabe bem a lição de casa. Aos 67 anos, ela é apaixonada por flores e plantas, mas não deixa o cuidado de lado em nenhuma época do ano e fez questão de participar da ação educativa contra a dengue realizada nesta terça-feira (16), na Casa do Idoso Norte (Rua Carlos Belmiro dos Santos, 99, Santana).

“Os meus vasinhos não tem nenhum prato, eu passo repelente e coloco cloro nos ralos, mas mesmo com essa atenção, o meu marido pegou dengue em algum lugar”, conta. Preocupada, Lúcia alerta sobre a importância da ação com os idosos e a participação de todos. “A gente sempre acha que sabe tudo, mas precisamos ficar atentos aos focos de dengue e acabar com esse mosquito”, reforça.

Mais de 100 idosos participaram da atividade que contou com diversas atrações educativas para conscientizar a população. A ação foi realizada pelos agentes de Informação, Educação e Comunicação, da Vigilância Entomológica e Zoonoses da Prefeitura.

No Quiz verdadeiro ou falso, Glória Maria dos Reis deu um show de conhecimento e acertou várias perguntas. “Eu já sabia bastante coisa, mas hoje aprendi sobre os tipos do mosquito, o ciclo de vida, tempo de incubação e foi muito bom”, disse.

Nos próximos dias, a atividade também será realizada nas outras unidades da Casa do Idoso, sempre às 9h, conforme a programação:

Casa do idoso Centro – 18/04
Casa do idoso Sul- 22/04
Casa do idoso Leste – 23/04

Ações

A Prefeitura de São José dos Campos também está divulgando em seu site, a programação diária de ações contra a dengue.

O trabalho está sendo intensificado em toda a cidade. A programação está disponível no link.

Colaboração

É essencial a colaboração dos munícipes, redobrando os cuidados e sendo cordiais com os agentes, deixando-os entrar na casa para avaliação dos quintais, vasos de plantas e ralos. Eles estão trabalhando para garantir a saúde de todos. Conheça os agentes.

Caso identifique terrenos abandonados ou locais que possam ser criadouros do transmissor da dengue, entre em contato pela central 156 (telefone, site e aplicativo).

Cuidados

Ações para evitar criadouros

* Evite o uso de pratinhos embaixo das plantas
* Evite planta aquática
* Não acumule entulho e lixo
* Faça sempre a manutenção de Piscinas e Fontes, utilizando produtos químicos líquidos
* Retire a água acumulada da laje
* Mantenha a lixeira sempre fechada
* Guarde pneus em lugares cobertos
* Guarde garrafas e baldes sempre virados para baixo
* Lave pelo menos duas vezes por semana, com água e sabão, os vasos usados para servir água aos animais domésticos
* Mantenha bem tampados reservatórios e caixas d’água
* Mantenha a tampa do vaso sanitário abaixada
* Se a caixa de descarga não tiver tampa, é necessário fechar com plástico e fita adesiva
* Ao sair de casa, feche a tampa dos ralos internos ou cobertura com tapetes ou objetos

Sintomas e tratamento

Em caso de qualquer sinal e sintoma, é de suma importância procurar a unidade de saúde mais próxima da residência. Não subestimar os sintomas é fundamental para que a doença não se agrave. O tratamento correto e hidratação são imprescindíveis para plena recuperação do paciente.

Mais informações e orientações


MAIS NOTÍCIAS

Secretaria de Saúde

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *