ZERO83

Notícias da Paraíba e Nordeste, futebol ao vivo, jogos, Copa do Nordeste

Noticias

Mesmo com chuva, penúltima noite da Paixão de Cristo teve duas apresentações com plateia lotada

Público emocionado

Mesmo com chuva, penúltima noite da Paixão de Cristo teve duas apresentações com plateia lotada

09/04/2023 | 11:00 | 57

Um novo elemento compôs a encenação do espetáculo ‘Paixão de Cristo – Um Musical de Vida’, na noite deste sábado (8). A chuva inesperada não desanimou o público, que permaneceu para ver a peça e contribuiu para deixar mais emocionante a encenação. A Paixão de Cristo, que acontece no Adro da Igreja de São Francisco, Centro Histórico de João Pessoa, volta a ser apresentada neste domingo (9), a partir das 19h, em única sessão. 

O diretor executivo da Funjope, Marcus Alves, afirmou que, pelo talento e criatividade dos atores e atrizes, eles se apresentam em qualquer situação. “Mesmo em condições extremas de chuva, por exemplo, todos deixaram o público encantado. As pessoas foram se acomodando na chuva e permaneceram ali, emocionadas. Então, é um espetáculo vitorioso e vem confirmando uma marca da Funjope na realização de grandes eventos públicos”, avaliou.

Marcus enfatizou que esse é um grande projeto da Fundação, transformar João Pessoa numa referência nacional, mostrando que aqui há excelentes espetáculos como a Paixão de Cristo, excelentes festas de São João, Festival de Quadrilhas, uma ação de excelência também no Festival Internacional de Cinema de João Pessoa.

“Na Festa das Neves, fizemos espetáculos belíssimos sobre a história da cidade. Tudo está se ajustando e colaborando para que João Pessoa ganhe e cresça sua autoestima. O valor desse espetáculo é esse, que a população de João Pessoa tenha mais autoestima por sua potencialidade”, acrescentou.

A atriz Érika Januza, que interpreta a personagem Maria, mostrou toda sua alegria em fazer parte do elenco. “Estou felicíssima. A cada novo espetáculo é uma nova emoção, é um público diferente. Estou muito feliz de estar trazendo cultura e, ao mesmo tempo, fé, algo que faz parte da minha vida, porque sou bem católica, religiosa. Viver Maria, para mim, é uma experiência que eu afirmo ser um presente. A cada dia é uma renovação de bênção para mim fazendo essa personagem”, declarou.

A atriz ressaltou que a interação do público é maravilhosa e confessou que, nos bastidores, sempre olha para ver se está todo mundo cantando. Ela afirmou que fica muito feliz também de saber que as pessoas estão se emocionando.

“Todas as músicas têm mesmo esse clima de quando vamos à missa, cantando as músicas que as pessoas conhecem, com as quais se identificam. Até ali nos bastidores, quando não estou nas minhas cenas, fico cantando. É tão envolvente, emociona todo mundo”, elogiou a atriz.

O ator Henri Castelli, que faz o papel de Jesus, disse que a experiência está sendo muito boa. “Amei fazer na chuva. Hoje choveu e foi incrível. Amanhã vai ser a última sessão e eu acho que poderiam esticar por mais uma semana”, disse. E emendou: “A minha emoção é extrema. O público está participando. Nós incentivamos as pessoas e queremos levar para elas a palavra de Deus, para que elas venham, assistam e voltem melhores para suas casas. Estou preparado para mais dez sessões, se tiver”, brincou.

A emoção dos atores foi tão intensa quanto a do público. “Minha expectativa era muito boa e, durante a apresentação, vi que houve algumas inovações. Este ano, com certeza superou a edição do ano passado. A beleza foi muito maior. É um espetáculo digno da Broadway, é simplesmente espetacular”, declarou a aposentada Maristela Correia.

A funcionária pública Luci Medeiros também não poupou elogios ao espetáculo. “Foi uma encenação lindíssima, emocionante e que nos faz repensar tantas coisas. Espero que todos saiam daqui, assim como eu, mais leves, mais reflexivos. Acho que esse é o sentido de contar a história de Jesus, fazer com que as pessoas parem para pensar. Eu amei. Estão todos de parabéns, a Prefeitura, a Funjope, os atores, um verdadeiro espetáculo”, avaliou.

O espetáculo – A Paixão de Cristo tem texto do teatrólogo Everaldo Vasconcelos e traz mais de 40 atrizes e atores, além de uma equipe técnica formada por mais de 40 profissionais. Entre os artistas locais estão nomes como Anna Raquel Apolinário, como Madalena; Ingrid Trigueiro como Prócula; Dadá Venceslau, que interpreta João Batista; e Adilson Lucena, como Caifás.

Além deles, Mika Barros, Nelson Alexandre e Vitor Blam compõem o espetáculo junto com a Companhia Municipal de Dança de João Pessoa, músicos locais e alunos bailarinos da Secretaria de Educação e Cultura (Sedec) do município. Durante a encenação são executadas oito músicas tradicionais religiosas.

Produção – A Paixão de Cristo tem cenografia e adereços do ator Dadá Venceslau; figurino de Nelson Alexandre; assessoria de Sânzia Márcia e Adriana Germano. Os assistentes são Edvânia Maria, Washington Serafim e Rogério Gomes. A direção musical é do maestro Rogério Borges, e José Maciel é o assistente de direção. A encenação teve também a participação da Banda 5 de Agosto.

  • Texto: Lucilene Meireles Edição: Cristina Cavalcante Fotografia: Daniel Silva

  • Secretarias

    funjope

  • Tags

    chuva encenação funjope paixão de cristo plateia lotada público emocionado semana santa